tratamento do alcoolismo com ibogaina

Tratamento para Alcoolismo com ibogaína

20 de janeiro de 2005 – Uma droga natural chamada ibogaína pode produzir novos tratamentos para o alcoolismo.

Foi demonstrado que a ibogaína reverte o vício em várias drogas. Alguns relatórios mostraram que, mesmo após uma única dose, os desejos e abstinência de cocaína e analgésicos do tipo narcótico, como a morfina, podem ser reduzidos, afirmam pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP).

De acordo com os pesquisadores, o abuso ou a dependência de drogas ativa regiões de recompensa no cérebro.  Apesar das consequências negativas do álcool, o vício do álcool se manifesta como consumo descontrolado.

Em testes de laboratório, ratos viciados em álcool beberam menos álcool após serem injetados com ibogaína. A ibogaína também ajudou os camundongos a permanecer “na carruagem” após serem desmamados do álcool.

Isso pode parecer promissor, já que existem poucos medicamentos para ajudar a tratar o alcoolismo. drogas para ajudar a tratar o alcoolismo. Mas há um grande problema.

A ibogaína é um alucinógeno e, em altas doses, é tóxica para certas células nervosas, o que pode causar tremores no corpo e dificuldade para andar, de acordo com estudos feitos em roedores. É por isso que a ibogaína – que vem da casca da raiz de um arbusto Brasileiro – não foi aprovada para uso humano nos Brasil. Ainda assim, a palavra sobre a ibogaína se espalhou ao longo dos anos.

A equipe Universidade de São Paulo (USP) testou a ibogaína em camundongos. Primeiro, eles treinaram os ratos para beber álcool suficiente para criar um vício. Em seguida, eles deram aos ratos uma injeção semanal de ibogaína.

Vício em álcool controlado

Após a injeção de ibogaína, o consumo de álcool dos ratos caiu drasticamente. As injeções de ibogaína também ajudaram os ratos a resistir à tentação de voltar a beber depois de ficarem sem álcool por duas semanas.

“Curiosamente, relatórios anedóticos humanos também sugerem uma diminuição no desejo e recaída de drogas viciantes após a ingestão de ibogaína”, disseram os pesquisadores na edição de 19 de janeiro do The Journal of Neuroscience .

A chave para a influência da ibogaína parece ser sua capacidade de aumentar os níveis de um fator de crescimento denominado fator neurotrófico privado de linha de células gliais (GDNF). É encontrado em regiões de recompensa do cérebro ligadas ao vício. A evidência disso veio testando os cérebros dos camundongos em busca de sinais do impacto da ibogaína nos níveis de GDNF.

Os pesquisadores não estão sugerindo a ibogaína para uso humano. Há muita incerteza sobre as doses seguras e os efeitos alucinógenos e outros efeitos colaterais da droga, dizem eles. No entanto, os resultados podem levar ao desenvolvimento de outras abordagens de drogas para tratar o alcoolismo sem os efeitos indesejáveis ​​da ibogaína.

Tratamento para Alcoolismo com ibogaína

O abuso do álcool é bastante presente em nossa sociedade e permanece associado a inúmeros problemas sociais, econômicos e de saúde. Seu tratamento requer ferramentas psicoterapêuticas, farmacológicas e sociais. Em relação à farmacoterapia, as medicações classicamente utilizadas têm atuação comprovada no tratamento do alcoolismo com boas evidências de eficácia clinica. No entanto, novas medicações estão sendo testadas em busca de maior resposta terapêutica, mas não podem ser utilizadas como única alternativa, e sim em conjunção com outras abordagens que contemplem a perspectiva biopsicossocial, dada a complexidade do fenômeno.

A abordagem motivacional e cognitivo comportamental tem se mostrado eficaz na conscientização e aceitação da dependência alcoólica como doença, e este é o primeiro passo para que qualquer tratamento complementar possa ser bem-sucedido.

Ibogaína” não é ilegal, porém vender a raiz para finalidade de tratamento terapêutico é proibido pela vigilância Sanitária, existe uma autorização por parte da legislação que permite a importação da substância nos países onde é legalizado o uso da medicação desde que tenha prescrição médica e seja administrado exclusivamente de forma pessoal.

Existem relatos de pacientes que participaram de um programa de reabilitação com a Ibogaína e o resultado foi positivo, a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) que efetuou o levantamento com cerca de 75 dependentes de álcool, que resultou em mais de 60 % de casos positivos observaram que o tratamento com a substância da raiz de Ibogaína é o mais eficaz, porem estes dados devem ser encarados com restrições, não existem ainda dados baseados em pesquisas de longo período que sejam conclusivos quanto a eficácia da medicação, da mesma forma que os tratamentos tradicionais para reabilitação das drogas para serem conclusivos acerca de sua eficácia só podem servir como estatísticas depois de 2 anos pelo menos em que o dependente se encontra em abstinência e desenvolvendo um novo padrão de comportamento.

Você ou alguém em sua família está se autodestruindo com vício e já não sabe o que fazer para conseguir vencer o vício? Pois saiba que isso é devido à dependência química criada pelo uso constante da substância psicoativa em questão, mas em nossa clinica de reabilitação podemos ajudá-lo.

Para obter ajuda em momentos difíceis como esse, em que a internação voluntária, internação involuntária ou internação compulsória parece ser a última chance de largar desse vício que destrói a vida do dependente e daqueles ao seu redor, saiba que pode contar conosco como clinica de recuperação para dependentes químicos.

A internação é o meio mais promissor para surtir efeito a desintoxicação, ou a interrupção do uso das substâncias químicas. A reclusão do dependentes da sociedade, família, meio profissional e amigos pode ser de difícil aceitação, mas o mais importante é a saúde e a integridade física do dependente que está numa situação de dependência acentuado.

A internação tem como objetivo primário, resgatar valores, virtudes, vitalidade, disposição física e mental, através de reuniões terapêuticas, atendimentos terapêuticos individuais, atividades físicas e mais uma gama de métodos saudáveis que irão mudar o contexto de vida do paciente.

Nossa Clínica de Recuperação para Alcoolismo realiza uma abordagem atualizada e com resultados positivos, nossa base de tratamento além de estar amparada por médicos especialistas na retaguarda da desintoxicação dos pacientes dependentes de álcool, possui um programa alicerçado na Terapia Cognitivo Comportamental que é fundamentado pelos melhores profissionais e instituições de tratamento no Brasil e no mundo.

Nossa clinica de recuperação encara qualquer nova possibilidade de tratamento contra o álcool com muita responsabilidade, por isto antes de conduzir uma opinião e até inovar com um novo tratamento medicamentoso devemos olhar com a perspectiva de um profissional realmente capacitado para desenvolver qualquer nova linha de tratamento.
Antes de contratar e confiar a vida de seu familiar a uma empresa com tratamentos ainda sem constatação da sua eficácia e da permissão de uso de tal substância, entre em contato conosco, temos profissionais especializados no assunto e poderão esclarecer e tirar suas dúvidas.

Solicite agora maiores informações sobre o tratamento com a ibogaína via WhatsApp ou pelo telefone informado no site.